Opinião: Fall Guys – O simpático candidato a multiplayer do ano!

Nestes últimos dias, você com certeza ouviu falar de Fall Guys – E muito –, não é mesmo?

O mais novo jogo de “ bonequinhos desengonçados “, desenvolvido pela Mediatonic – de Fables Fortunes, Gears Pop e mais – e publicado pela Devolver Digital – Isto mesmo! A responsável pelas conferências mais loucas da E3 -, chegou ao PC e PS4 ( disponível gratuitamente para assinantes da Plus ) no início deste mês. Fall Guys conquistou o mundo, de forma meteórica chegou ao topo das transmissões ao vivo e vem acumulando jogadores, passando da marca dos oito milhões no PS4, e contando com mais de dois milhões de cópias vendidas na Steam.

 

Quem esperava por isso?

Fall Guys: Ultimate Knockout é um sucesso inesperado. Tão inesperado, que nem mesmo seus desenvolvedores esperavam por tudo que aconteceu nos últimos dias, e isto explica o maior problema do game em sua primeira semana, as quedas constantes!
Aparecer logo em seu lançamento como um título gratuito na PS Plus, com certeza contribuiu – consideravelmente – para o sucesso repentino de Fall Guys, no entanto ainda que isto já indicasse um impulso, seus desenvolvedores não foram capazes de perceber o que viria pela frente. Fall Guys pegou a todos de surpresa, o incrível número de jogadores em busca da tão sonhada vitória era alto, e sendo assim os servidores não foram capazes de aguentar tamanha repercussão, o que ocasionou sérios problemas em seus primeiros dias.

Mas nem mesmo as quedas foram capazes de pará-lo! A simpática sensação do momento seguiu firme, mostrou seu valor e segue no topo. A esta altura, Fall Guys: Ultimate Knockout já não mais parece uma empolgação de momento, mas sim uma realidade. O jogo veio para ficar.

Competição e diversão na medida certa

Seu visual simpático já indica a alma do jogo. Fall Guys é a escolha ideal para a diversão em família, e certamente causará boas risadas e momentos de descontração. O battle royale certamente pode ser o jogo leve, sem a pressão de buscar a vitória, sem o estresse de algo competitivo, apenas o game em que você quer rir e ter boas horas de diversão, conforme variadas cenas cômicas devem ocorrer em sua gameplay.

Porém há também espaço para a competitividade, uma vez que o game da Mediatonic desperta com facilidade o desejo de vencer. Os mapas variados exigem habilidade, atenção e sorte – muita sorte -, e avançar a cada round com certeza torna-se um bom desafio, ainda mais com a recompensa: A coroa, que é usada para comprar itens na loja do jogo.

O encontro do “ casual “ com a competitividade, é de fato interessante. Ainda que seja um jogo em que suas quedas e falhas lhe arrancarão risadas, Fall Guys sabe como atiçar seu lado competidor, e certamente terá ainda mais êxito nesta tarefa, quando enfim apresentar o histórico de cada player, contabilizando vitórias, partidas entre os finalistas e todos os dados que podem ser interessantes.

Certamente mais descontraído do que qualquer outro, Fall Guys não me surpreenderia ao lançar-se no mundo competitivo. Não tenho de fazer muito esforço para imaginar um cenário forte, movimentado e repleto de jogadores buscando o seu melhor nas partidas empolgantes oferecidas pela Devolver. Há algo que convoca o desejo de vencer, algo que lhe traz a sensação de recompensa em cada round vencido, e com atualizações que acrescentem novos mapas constantemente, tenho a certeza de que tal competitividade pode ser ainda mais destacada e mantida por um bom tempo.


O jogo sabe conquistar

Aparentemente, seus desenvolvedores resolveram utilizar uma tática “ justa “ aos olhos dos jogadores. Fall Guys não deseja lhe obrigar a comprar skins, gestos e nem mesmo parece almejar ser algo maior do que deveria. O jogo sabe o que é. Algo simpático, que conquista os players por sua leveza e o tom casual.

Como todo battle royale, aqui também temos skins, gestos e mais, assim como o famoso passe de batalha. No entanto, grande parte dos cosméticos pode ser conquistada de forma gratuita, conforme você ganha coroas e kudos – as moedas do título -. Desta forma, o jogo consegue despertar o interesse em evoluir, adquirir e desbloquear mais e mais itens. Fall Guys sabia que talvez não tivesse força para oferecer uma avalanche de microtransações – talvez erroneamente, devido ao sucesso -, e desta forma encontrou nos cosméticos um modo de fisgar seus jogadores e apresentar-se justo a todos, em um cenário onde as microtransações são alvo de críticas ferrenhas.

Contudo, também vemos as microtransações, mas estas não parecem abusivas como em alguns títulos atuais. Não será surpreendente se em breve isto tornar-se ainda maior, no entanto acredito que seja pouco provável uma mudança drástica nesta filosofia. O jogo deverá seguir com a ideia de que grande parte de seus cosméticos pode ser adquirida sem exigir capital de seus jogadores.

A diversão é o trunfo

Os battle royale ainda dominam o mercado. Para alegria de uns e tristeza de outros, neste gênero que parece estar longe de seu fim, cada vez mais títulos surgem constantemente. Mas Fall Guys parece ser um sopro de inovação, um caminho diferenciado de uma fórmula batida, uma nova face de um gênero tão sugado pela indústria.

Aqui, o objetivo não é matar oponentes em um cenário agressivo e belicoso. Sua estética agradável certamente colabora com isto, assim como seus mapas não incentivam o confronto direto entre players. A derrota muitas vezes não é sinônimo de desapontamento, mas sim de gargalhadas e diversão. O grande trunfo do jogo é este… a diversão descontraída, e em nenhum momento ele parece se esforçar para mostrar o contrário.

60 jogadores buscam o mesmo objetivo, e a cada round menos nomes permanecem na disputa. A variação de mapas não lhe permite achar o jogo repetitivo e enfadonho, mantendo sempre acesa a vontade de continuar ali, por horas e horas, em uma jornada na qual vitórias e derrotas são meros resultados, e o caminho se apresenta como o mais importante.

Apesar de que em muitas vezes o objetivo seja chegar entre os primeiros, os rounds não são vencidos na base da velocidade. Fall Guys pede foco, concentração e cautela. Ser um bom observador e escolher os caminhos certos, certamente são habilidades muito mais importantes do que buscar ser o mais rápido entre os competidores.
O jogo lhe apresenta três estilos de competição, e cada um deles conta com diversos mapas variados.

Sobrevivência lhe faz brigar por ser um dos players restantes. Mapas como Anéis Rotativos e Blocos da Salvação, por exemplo, exigem que você desvie ou pule entre obstáculos, enquanto luta para permanecer vivo até o cronometro zerar.

Mapas de Corrida, exigem mais atenção e calma do que velocidade, e você perceberá que o mais útil é ter a cautela para avançar da forma correta. Na Escalada Suja, você tem de desviar de objetos, equilibrar-se para não cair e evitar esbarrar em outros jogadores, enquanto a gosma rosa aos poucos toma conta do mapa e engole aqueles que ficam para trás. Já na Corrida da Esquiva, o objetivo é avançar contra a esteira em baixo de seus pés, ao mesmo tempo em que frutas gigantes são arremessadas no mapa e levam consigo qualquer um que esteja em sua frente.

Os Jogos de Equipe trazem a sensação de união ao jogo. Jogadores tem de recolher ovos mais rápido que as equipes adversárias, se esforçam para marcar mais gols que os oponentes ou então tentam pular entre aros com mais êxito que os outros concorrentes. Trabalhar em equipe pode ser mais estratégico do que você imagina, e isto aparece como uma grata mudança de foco em um jogo onde o objetivo é ser o último sobrevivente.

Fall Guys apresenta uma grande variação em cada um de seus estilos. Passar por pás giratórias, desviar de bolas gigantes, escolher o caminho certo e descobrir quais portas são verdadeiras e quais são falsas, são apenas outros exemplos dos desafios encontrados no jogo.

Candidato a multiplayer do ano.

Depois de tudo o que foi falado aqui, tenha uma certeza: Você ainda não sabe o que é Fall Guys.

Leia reviews, procure por vídeos, ouça o que os outros tem a dizer… faça tudo o que quiser, mas ainda permaneça com a certeza de que nada será como testar o jogo. Fall Guys pode parecer bobo – e de fato é sua proposta -, mas reserva algo grandioso para aqueles que se arriscam em suas gincanas. É um pequenino entre gigantes. O jogo que ninguém pediu, mas todos desejavam. Surgiu com pinta de algo passageiro, mas rapidamente provou ser um dos grandes títulos de 2020.

Como citado anteriormente, a diversão é seu trunfo. A competitividade é sua maior surpresa. Fall Guys dança simpaticamente entre as duas características, é a maior inovação de um gênero saturado e tem potencial para crescer ainda mais.

Este é mais um dos que lançam o aviso: A indústria não vive apenas de triple A. Há muita qualidade no cenário indie, embora muitos jogadores pareçam involuntariamente – ou não – virar as costas para tais títulos.

Sem dúvidas, um forte candidato a melhor multiplayer do ano. O jogo tem alma própria, traz algo novo e esbanja carisma. Fall Guys é pura diversão.

Compartilhe